Chuva intensa causa enchentes e paralisa o trânsito em São Paulo
Bombeiros recomendam que paulistanos fiquem em casa.
Em dez dias, chove 83% da média esperada para o mês todo na cidade.
Para o mês de fevereiro, a média esperada de chuva é de 216,7 milímetros.
Até as 7h de hoje, havia chovido cerca de 179,9 milímetros na capital, segundo CGE.

Editado/publicado em 10/02/20


Divulgação - Agência Brasil

A intensa chuva que atingiu a cidade de São Paulo na madrugada de hoje (10) causou alagamentos em vias importantes como as marginais Tietê e Pinheiros. O Corpo de Bombeiros registrou 16 desabamentos, 192 enchentes e 113 quedas de árvores. Os bombeiros recomendam que os paulistanos fiquem em casa nesta manhã.

Houve transbordamento do Rio Tietê na Ponte do Piqueri no sentido Castelo Branco e Ayrton Sena. Os córrego Perus, na altura da Praça Inácio Dias, Ipiranga na Avenida Professor Abraão de Morais, Pirajuçara, próximo ao Hipermercado Extra, Morro do S, na rua Joaquim Nunes Teixeira, e Zavuvus, na Praça Tuney Arantes, também transbordaram.

Trânsito

O rodízio municipal de veículos está suspenso para carros e caminhões, o dia todo. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) colocou todo o efetivo em campo para auxiliar motoristas e organizar o trânsito.

As linhas 8 Diamante e 9 Esmeralda, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), operam parcialmente devido ao alagamento nos trilhos.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que uma frente fria se aproxima do sul de São Paulo e desloca-se para a Região Leste, onde chove forte, com queda acentuada na temperatura.

As chuvas que atingem a capital paulista desde a noite de domingo (9),ganharam força a partir da primeira hora desta madrugada, acumulando, em aproximadamente 3 horas, cerca de 60 milímetros de chuva, em média, na cidade. Os dados são do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. Em alguns bairros, houve registro de valores acima bem acima desta média. Confira:

Lapa - 98,3 milímetros
Pinheiros - 86,9 milímetros
Butantã - 82,1 milímetros
Sé - 76,5 milímetros

Para o mês de fevereiro, a média esperada de chuva é de 216,7 milímetros. Até as 7h de hoje, havia chovido cerca de 179,9 milímetros, equivalente a 83% da média esperada para o mês em apenas 10 dias. A tendência até o fim do dia é que este valor suba ainda mais em função das chuvas que só devem diminuir a partir do fim da tarde desta segunda-feira (10).

Os sistemas que provocaram o temporal em são Paulo foram a passagem de uma frente fria pela costa paulista, associada a uma áreas de baixa pressão atmosférica, que produz fortes temporais.

Manhã segue com tempo instável e chuvoso no Capital. A frente fria na Costa paulista segue avançando lentamente em direção ao litoral do Rio de Janeiro, mas ainda organiza as áreas de instabilidade, que tem fluxo em direção ao leste paulista. A intensidade das chuvas é leve, por vezes moderada e segue atingindo principalmente toda a região da Grande São Paulo, Capital, Baixada Santista e Litoral Norte, bem como cidades do Vale do Paraíba. As chuvas devem diminuir de intensidade a partir do fim da tarde início da noite.

Medidas simples podem amenizar os efeitos dos alagamentos:

- Evite transitar em ruas alagadas

- Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas.

- Fique em lugar seguro. Se precisar, peça ajuda;

- Mantenha-se longe da rede elétrica e não pare debaixo de árvores. Abrigue-se em casas e prédios;

- Planeje suas viagens, para que haja menor possibilidade de enfrentar engarrafamentos causados por ruas bloqueadas;

- Em caso de dúvida sobre vias bloqueadas, ligue para a central de atendimento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) através do número 156 ou entre no site da CET para saber como está o trânsito nas principais vias.


Divulgação - Agência Brasil

Tendência para os próximos dias:

A propagação do sistema frontal deixa o tempo fechado e chuvoso na segunda-feira (10). As precipitações mais significativas acontecem entre a madrugada e as primeiras horas da tarde. Há potencial para formação de alagamentos e deslizamentos de terra nas áreas de risco. Os termômetros oscilam entre 24°C no início da madrugada e 18°C no fim da noite.

Na terça-feira (11), os ventos que sopram do quadrante sul afastam a frente fria para o litoral fluminense, porém, o céu ainda fica encoberto e com chuvisco ocasional na Grande São Paulo. A temperatura permanece em declínio e a sensação será de frio. Mínima de 17°C e máxima de 21°C.

Com informações da Agência Brasil - SEC-Prefeitura Municipal de São Paulo/CGE


Copyright © 2018 - Bicas News by Navearte - CNPJ: 23.987.662/0001-00 - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244 - MÍDIA LIVRE - JORNALISMO INDEPENDENTE