Forças Armadas deflagram ações em todo o Brasil para combater o Coronavírus
As Forças Armadas deflagraram ações de combate ao Coronavírus, nesta segunda-feira (23), em todos os estados do Brasil.
As atividades fazem parte da Operação Covid-19, que conta com a ativação de 10 Comandos Conjuntos,
do Norte ao Sul do país, sob a coordenação do Ministério da Defesa.

Editado/publicado em 24/03/20


Divulgação Ministério da Defesa

No Amapá, Pará e Maranhão, os militares realizaram ação de conscientização da população. Apoiaram os órgãos de saúde e de segurança pública. Fiscalizaram a travessia de embarcações da Guiana Francesa para o Brasil. Qualificaram novos agentes na Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR) e promoveram inspeção naval e controle de terminais portuários.

No Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, houve patrulhamento da fronteira e distribuição de materiais gráficos; montagem de hospital de campanha, em Campo Grande, e de postos de lavagem de mãos.

No Recife (PE), foi concluído o desembarque de 336 passageiros do navio de cruzeiro que atracou em Recife, no último sábado (21).

Os militares desinfetaram a Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília. Viaturas com alto-falantes, do Comando de Operações Especiais, circularam pelo Distrito Federal e por Goiás. Foram feitos os últimos ajustes para a vacinação em drive-thru contra a gripe, na Capital Federal.

O Exército Brasileiro realizou apoio logístico e de mobilização de materiais no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Houve doação de sangue por militares. Foram montadas barracas em apoio aos órgãos de saúde em Florianópolis, Criciúma, Bento Gonçalves, Bagé e Porto Alegre. A população de Butiá foi vacinada contra a gripe e o oeste do Paraná recebeu agentes de combate à dengue. Em General Câmara, os militares promoveram uma campanha de conscientização.

O 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado instalou barracas em São Borja (RS), em apoio ao Hospital Ivan Goulart, proporcionando segurança sanitária aos agentes de saúde que irão atuar na seção de triagem. Em Uruguaiana (RS), a 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, por intermédio do Posto Médico da Guarnição, está apoiando o município nas ações de combate ao COVID-19, operando um dos três postos de triagem da cidade.

Militares do 38º Batalhão de Infantaria iniciaram, nesta segunda-feira, em Vitória (ES), as atividades de conscientização e orientação ao público em geral, no combate à COVID-19. Já os profissionais da saúde do Posto Médico de Guarnição de Belo Horizonte estão realizando, desde a última quinta-feira (19), triagem na entrada do quartel-general da 4ª Região Militar, para orientar os militares e servidores civis e evitar que o Coronavírus se prolifere na capital mineira.


Divulgação Ministério da Defesa

Defesa intensifica atuação de logística militar no combate à COVID-19

Por meio da Operação COVID-19, os militares das Forças Amadas iniciaram ações de apoio a órgãos públicos e à sociedade com foco no combate ao novo Coronavírus. Desde sexta-feira (20), Marinha, Exército e Aeronáutica atuam coordenados em função da ativação de um Centro de Operações Conjuntas (COC), situado no Ministério da Defesa (MD), em Brasília (DF), e dez Comandos Conjuntos, distribuídos por todo o território nacional.

Além disso, as Forças Armadas estão apoiando na área logística com a instalação de pontos para triagem de pacientes antes de acessarem os hospitais e os postos de saúde, oferecendo suporte a secretarias de saúde em campanhas voltadas para idosos, em ações de controle de segurança nas fronteiras e em embarcações, entre outras.

Integrante da estrutura do Ministério da Defesa (MD), o Centro de Coordenação de Logística e Mobilização (CCLM) é responsável por coordenar a Logística e a Mobilização nas Forças Armadas e em operações conjuntas. Ao mesmo tempo que foi acionado o Centro de Operações Conjuntas, o CCLM instituiu setores para atuar de forma ampla e coordenada no enfrentamento à COVID-19.


Divulgação Ministério da Defesa

Foram ativadas as células de Saúde, responsável por receber demandas e deliberar junto a representantes das Forças, além de manter atualizadas as informações de logística; Transporte, local onde são recebidas as demandas das demais células do CCLM e coordenado junto ao COC o acionamento de missões; Mobilização, é nela que são tomadas decisões sobre convocação e contratação de pessoal e de material, e a possível mobilização de empresas; e a FInanceira, possui a atribuição de receber, descentralizar e aplicar recursos para operações.

Para o Subchefe de Coordenação de Logística e Mobilização, General de Brigada José Eduardo Leal de Oliveira, o momento requer forte logística e celeridade nas ações. “A atuação das Forças Armadas em apoio a nossa sociedade é constante. Vemos sempre soldados, aviadores e marinheiros no combate à dengue, quando ocorre uma enchente, na tragédia de Brumadinho. Em função disso, com a crise, viu-se a necessidade de ter um enfoque mais coordenado na pronta resposta”, sublinhou.

De acordo com o General, os militares poderão apoiar em atividades como a instalação de hospitais de campanha, porém a possibilidade será avaliada com cuidado, já que esses hospitais foram criados para emprego em operações militares e humanitárias, pois possuem poucos leitos, os quais precisariam ser adaptados às condições da presente pandemia.

Logística e Mobilização

O Centro de Coordenação de Logística e Mobilização (CCLM) atua em ligação com agências e organizações governamentais e não governamentais, e deve estar capacitado a cumprir ações de coordenação em situações de crise, integrar e processar dados das Forças Armadas, dos Comandos Conjuntos ativados e dos órgãos públicos ou privados.

Militares do Exército apoiam hospitais do Sul do país no combate ao Coronavírus

Militares do Exército se mobilizaram, de sexta a domingo, no enfrentamento ao Coronavírus. Eles atuaram, em especial, nas cidades de Florianópolis e Criciúma, em Santa Catarina, e em Bagé e Alegrete, no Rio Grande do Sul, dentro da Operação COVID-19.

Militares da Companhia de Comando da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada apoiaram com barracas as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Florianópolis e o Hospital Universitário e Infantil Joana Gusmão, também na capital catarinense.

Na última sexta-feira (20), o 28º Grupo de Artilharia de Campanha, de Criciúma, montou duas barracas de campanha em frente ao Centro de Triagem do Hospital São José, a fim de contribuir com o combate à pandemia de Coronavírus.

No Rio Grande do Sul, militares da 2ª Companhia de Engenharia Mecanizada do Exército realizaram ações de prevenção da disseminação do novo Coronavírus.

No sábado passado (21), homens do Exército, que servem nas unidades de Bagé, subordinadas à Terceira Brigada de Cavalaria Mecanizada, apoiaram à Secretaria de Saúde na campanha de vacinação contra a influenza, aos maiores de 55 anos, aumentando o espectro de resistência à COVID-19.


Fotos: Exército Brasileiro


Fotos: Exército Brasileiro

Ministro da Defesa garante apoio das Forças Armadas no combate ao Coronavírus

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, garantiu, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, que a Marinha, o Exército e a Força Aérea estarão à disposição da sociedade brasileira no enfretamento ao Coronavírus (COVID-19).

"Isso que está acontecendo é uma guerra. O inimigo é invisível, feroz e dedicado na ação. Quando tem uma guerra, os brasileiros podem contar com as Forças Armadas. Em todos os momentos delicados e importantes do Brasil, as Forças Armadas estiveram ao lado da nossa população e isso será feito mais uma vez", afirmou.


Fotos: Exército Brasileiro

Assessoria de Comunicação Social (ASCOM) - Ministério da Defesa (MD)


Copyright © 2018 - Bicas News by Navearte - CNPJ: 23.987.662/0001-00 - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244 - MÍDIA LIVRE - JORNALISMO INDEPENDENTE