Saúde Mental e Covid-19: Funed divulga orientações aos trabalhadores de saúde
Neste cenário de pandemia da doença Covid-19, causada pelo coronavírus, SARS-CoV-2,
são muitas incertezas, emoções, probabilidade de aumento de estresse, ansiedade e pânico.

Editado/publicado em 14/04/20


Divulgação

Esses sentimentos colaboram com o aumento da insegurança, da sobrecarga psicológica e das vulnerabilidades que nos “atormentam” ou até nos bloqueiam, diariamente.

Para os trabalhadores da saúde, as atuais experiências de estresse e de pressão ao lidar com o ofício, acrescidos de sensações de insegurança e receio em adoecer, podem provocar agravos à saúde mental, incluindo crises de ansiedade e depressão.

Por isso, o gerenciamento do nosso bem-estar psicossocial torna-se fundamental neste momento de crise. A Fundação Ezequiel Dias (Funed) reitera a importância de cuidar da saúde mental e das emoções. E, em meio às tantas inconstâncias, o mundo se depara com a pandemia do novo coronavírus. Esta situação de calamidade declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) gera mudanças, dentre elas, na rotina de trabalho. Sabe-se que este cenário e seus desdobramentos diários têm exigido muito dos profissionais de saúde, humanos que requerem uma atenção minuciosa para preservarem sua saúde mental, afinal, nada é mais importante no processo laboral e psicossocial que as pessoas.

A fim de orientar os profissionais de saúde sobre esse tema, o Serviço de Humanização (SDH) da Funed preparou algumas orientações de autocuidado para os profissionais de saúde, frente a um contexto desafiador e estressante.

Cuide de suas relações pessoais

É normal se sentir mais pressionado para lidar com a situação atual por causa do entorno da pandemia. O estresse e as sensações associadas com esse quadro não significam que não somos capazes de fazer o nosso trabalho ou que sejamos uma pessoa fraca. Por isso, cuidar das relações familiares, afetivas e dos aspectos emocionais se tornam tão importantes para nos dar o suporte necessário à resiliência em meio a uma crise, ou seja, para estimular nossa capacidade de adaptação e resistência diante do imprevisto.

Autocuidado

Cuide de você! Tente experimentar métodos para lidar com a situação, sem abrir mão das pausas para descanso e relaxamento entre os turnos de trabalho, incluindo novos hábitos de leitura, entretenimento e técnicas de respiração. Tenha atenção ainda ao consumo de alimentos para manter uma dieta saudável, fazer exercícios físicos e ficar em contato com a família e com os amigos. Aproveite para explorar recursos tecnológicos disponíveis para troca de mensagens e vídeo chamada.

Use métodos que já funcionaram

Evite formas errôneas de lidar com o estresse como o uso de tabaco, álcool ou outras drogas. A longo prazo, eles pioram o seu estado físico e mental. Este é um cenário sem precedentes para muitos trabalhadores, especialmente aqueles que nunca participaram de respostas semelhantes a uma crise ou pandemia. Para os que têm alguma experiência, tente utilizar o que deu certo no passado e que pode ser útil de novo. Você pode conseguir reduzir o estresse.

Busque apoio social

Alguns profissionais de saúde podem estar sendo evitados pela família por causa do medo de contaminação e estigmas. Isso pode fazer com que a situação que você já enfrenta se torne ainda mais difícil. Sempre que possível, continue conectado com seus entes queridos. O contato virtual é uma forma de contato. Procure seus colegas, seus supervisores e pessoas de confiança para esse apoio social. Você poderá descobrir que seus amigos estão tendo experiências semelhantes e atravessando o mesmo que você.

Simplicidade

Na comunicação com outros, seja simples. Muitas pessoas podem ter dificuldades para entender as mensagens associadas ao enfrentamento do Covid-19. As formas de comunicação que não sejam só escritas precisam ser utilizadas. Se você é líder da sua equipe ou se está em contato com o público e com os pacientes, pense nisso.

Confira aqui a cartilha produzida pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).:

Com informações da Fundação Ezequiel Dias (FUNED) - com referências do Site Lado a Lado pela Vida e da Organização Mundial de Saúde (OMS)

DIVULGAÇÃO SAÚDE CIDADÃO


Copyright © 2018 - Bicas News by Navearte - CNPJ: 23.987.662/0001-00 - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244 - MÍDIA LIVRE - JORNALISMO INDEPENDENTE