A BORBOLETA NA JANELA
Editado e Publicado em 17-05-18

Abracei uma borboleta com o meu canto do olho
E me despi da minha realidade.
Penso que sei o que você quer pensar
Nas entranhas do meu corpo.

Abracei uma borboleta com o meu canto do olho
E me pintei de sonhos.
Vejo que sei o que você quer ver
Nas entranhas de meu sorriso.

Abracei meus sonhos
Destruí minha realidade.
E insano, comi você!
Com o fundo dos meus olhos.

Em caminhos obedientes
De perversas realidades.
Com ventos constantes
De eternas tempestades.

Vivi.
Momentos de prazer
Na carne e em minh'alma.

Pele bronzeada
Pelos finos
Oxigenados.

Contato
Calafrio
Palidez fetal.

Sonhei com você
Queria casar,

Com você.
Hoje.

Então...

Debrucei-me sobre a janela aberta.
E me masturbei pela primeira vez.
Olhando para você
Corpo de sonhos...
Gozei.

Marco Mendes di Siervuli ? Bicas, 27-04-2016

OBS: Poesia integrante da Mostra: ONDE VOCÊ ESTAVA AOS 12 ANOS DE IDADE?

Publicada na Antologia: palavras abraçadas, volume 2

Scortecci Editora - São Paulo - SP - Brasil - 2016

ONDE VOCÊ ESTAVA AOS 12 ANOS DE IDADE? - MOSTRA BIENAL


Copyright © - Bicas News by Navearte - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244