Unifesp lança gibi para alertar sobre os perigos do cyberbullying
Revista em quadrinhos e os 10 mandamentos contra o cyberbullying.
Material foi elaborado com base em relatos de estudantes de escolas públicas que passaram pelo problema.

Editado/publicado em 03/12/17

A Liga Acadêmica de Prevenção e Intervenção à Violência (LAVIP), pertencente ao Programa de Pesquisa e Atendimento em Violência da Universidade Federal de São Paulo (PROVE/Unifesp), lançou, no dia 30 de novembro, o gibi ”Segredos do Meta – a verdade por trás das redes”. Clique aqui para acessá-lo - arquivo em PDF.

Baseada em uma coletânea de relatos reais de estudantes de escolas públicas paulistanas, a publicação retrata situações de cyberbullying ocorridas no Colégio Meta, instituição de ensino fictícia, criada para retratar a violência nas redes por meio de histórias em quadrinhos. O projeto, que faz parte da LAVIP desde 2013, estuda as consequências da violência virtual na saúde mental dos jovens. No ano de 2017, cerca de 200 adolescentes de escolas públicas participaram do projeto por meio de rodas de conversas com grupos de 12 jovens cada.

Sara Bottino, psiquiatra da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) e coordenadora do Projeto de Prevenção da Violência nas Redes Sociais, explica que tem sido frequente os relatos de situações de agressão e violência, em alguns casos, com exposição de fotos íntimas e fofocas que se multiplicam rapidamente na rede e podem trazer consequências muito ruins para a autoimagem dos adolescentes, além de evasão escolar. “Os expectadores têm papel fundamental em denunciar essa forma de agressão, ao invés de 'curtir' e trazer visibilidade para o agressor e para a vítima", diz Sara.

O material busca também orientar os que sofrem com agressões virtuais a se protegerem e a denunciar, caso aconteça. “Existem alguns mandamentos contra o cyberbullying, dentre os quais estão não responder quando estiver com raiva, guardar evidências de agressões, evitar compartilhar informações pessoas com desconhecidos e bloquear o agressor, por exemplo”, explica Sara. A médica salienta ainda que é fundamental buscar ajuda a pessoas de confiança, como colegas, pais e professores, sempre que houver algum caso desta natureza.

Service: Divulgação/Educa-Cultural


Copyright © 2016 - Bicas News by Navearte - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244

Copyright © - Bicas News by Navearte