DEER/MG dá início às obras de restauração da Escola Estadual Delfim Moreira, em Juiz de Fora
Governo inicia obras de restauração da Escola Estadual Delfim Moreira, em Juiz de Fora.
Anúncio foi feito no início de julho pelo governador Romeu Zema. Investimento previsto é de R$ 8 milhões.

Editado/publicado em 31/07/19


Imagem Governo de Minas Gerais - Divulgação

Boa notícia para os estudantes da Escola Estadual Delfim Moreira, em Juiz de Fora: começaram os primeiros trabalhos para a restauração e reforma do prédio histórico, interditado desde 2013 pela Defesa Civil. As obras são realizadas pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG) e foram anunciadas pelo governador Romeu Zema em visita ao local no dia 5 de julho.

A ordem de início dos trabalhos foi dada no último dia 18, e, após mobilização da empresa contratada, começaram nesta terça-feira (30/7). Serão investidos pelo Governo de Minas Gerais aproximadamente R$ 8 milhões.

A escola Delfim Moreira, cujo prédio é tombado pelo patrimônio histórico municipal, tem 1.027 alunos e funciona, desde 2013, em um prédio alugado. A diretora da escola, Letícia Botelho Natalino, destaca a importância do investimento. “É uma escola muito importante para a cidade, e, para os nossos alunos e professores vai ser muito bom voltar para lá. Foi um período de muita luta, estar fora do prédio em uma situação que não era a adequada. Então estamos muito agradecidos”, comemora a diretora.

O projeto prevê 720 dias de obra para a revitalização da fachada, substituição do telhado, restauração de portas, janelas, pintura, implantação de equipamentos de acessibilidade e outras melhorias que permitirão a modernização do espaço, sem, entretanto, descaracterizar o seu legado histórico.

O diretor de Obras e Edificações do DEER/MG, Hélio Lopes, explica que, por estar há sete anos fechado, o prédio acumulou grande volume de poeira e pragas, e, por isso, primeiro foram realizados trabalhos de limpeza pesada e desinsetização. “Paralelamente à instalação de construções fundamentais para as intervenções, como escritório de obra, almoxarifado e vestiário, verificamos a necessidade de deixar o local em melhores condições de higiene, para evitar riscos à saúde dos operários”, diz Lopes.


Imagens DEER/MG - Divulgação


Imagem DEER/MG - Divulgação

História

Tombado pelo patrimônio histórico municipal, o prédio foi construído e ornamentado com mobiliário importado de Paris no final dos anos 1850, por um rico proprietário rural da região que o denominou Palacete Santa Mafalda e tinha a intenção de doá-lo para ser residência da família imperial.

Porém, Dom Pedro II recusou a oferta, pedindo que a edificação fosse doada para abrigar escola ou obra de caridade.

Cedido então, em um primeiro momento, à Santa Casa de Misericórdia, o prédio foi adquirido pelo Estado em 1907, que o transformou no primeiro Grupo Escolar a abrigar escolas estaduais.

Com informações da Assessoria Comunicação Social do DEER/MG


Copyright © 2018 - Bicas News by Navearte - CNPJ: 23.987.662/0001-00 - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244 - MÍDIA LIVRE - JORNALISMO INDEPENDENTE