Polícia Civil deflagra ação e captura foragido de presídio do Rio de Janeiro

Editado/publicado em 02/03/18

Nessa quinta-feira (1º), a Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou uma ação em Muriaé, visando identificar, localizar e prender criminosos oriundos do estado do Rio de Janeiro que teriam cruzado a fronteira e adentrado no estado de Minas Gerais, em cidades pertencentes à 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Muriaé, pertencente ao 4º Departamento de Polícia Civil em Juiz de Fora.

Durante as diligências, um homem 40 anos foi preso em um lava a jato, após cumprimento de mandado de prisão expedido na comarca da cidade. No mesmo local, policiais civis encontraram Felipe Rocha Muniz, de 29 anos, que tentou fugir da abordagem ao entrar em um matagal, porém foi ao final capturado. Para não ser preso, Felipe forneceu dados falsos aos policiais, entretanto a equipe notou nervosismo e contradições nas informações prestadas pelo homem, que foi identificado pelo verdadeiro nome.

Felipe é um dos indivíduos mais procurados no estado do Rio de Janeiro, foragido de um presídio na cidade de Campos dos Goytacazes (RJ) desde 3 de fevereiro. Em desfavor do suspeito, há três mandados de prisão, sendo dois expedidos pela Justiça do estado do Rio de Janeiro e um expedido pela Justiça de Espírito Santo.

Conforme informações do Delegado Regional de Muriaé, José Roberto Machado Demetrio, o foragido é um indivíduo de altíssima periculosidade e estaria ligado a uma facção criminosa carioca. Além disso, ele também seria integrante de organizações criminosas voltadas para o cometimento de roubos e furtos nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo e Minas Gerais.

Desdobramentos da “Operação Migro”

Ações como a presente têm sido intensificadas na área do 4º Departamento de Polícia Civil em Juiz de Fora, desde a realização da “Operação Migro”, deflagrada no dia 23 de fevereiro. Na operação “Migro”, a Polícia Civil e demais forças de segurança, com apoio de agentes da MRS Logística, montaram postos de fiscalização nas principais vias de acesso entre os estados do Rio de Janeiro e Minas, inclusive ferroviário, após a decretação, pelo Governo Federal, da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro.

Na ocasião, aproximadamente 300 agentes participaram da operação, atuando em 11 postos, mais precisamente nas diversas áreas das Delegacias Regionais de Polícia Civil em Juiz de Fora (Simão Pereira, Matias Barbosa, Chiador e Rio Preto), em Leopoldina (Leopoldina, Além Paraíba e Pirapetinga) e em Muriaé (Palma, Tombos e Eugenópolis). Também foram realizadas vistorias em todos os vagões das locomotivas vindas do Rio de Janeiro, inclusive com a atuação de drones da Polícia.


Imagem - PCMG

Com informações da Assessoria de Comunicação – PCMG – NOTÍCIAS-4DPC


Copyright © 2016 - Bicas News by Navearte - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244

Copyright © - Bicas News by Navearte