Presidente afirma que vai conversar com parlamentares sobre Nova Previdência
“Gostaria de atender mais políticos no Planalto, mas o dia tem 24 horas”, diz Bolsonaro.

Editado/publicado em 28/03/19


Brasília - DF, 28/03/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Solenidade comemorativa do 211º Aniversário da Justiça Militar da União e entrega de Condecorações da Ordem do Mérito Judiciário Militar. Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta quinta-feira (28) que vai conversar com alguns parlamentares sobre as propostas enviadas pelo Governo para o Congresso Nacional, entre elas a da Nova Previdência. “Gostaria de atender mais políticos no Planalto, mas o dia tem 24 horas, tenho que dormir”.

Bolsonaro ressaltou, depois de evento em que recebeu a comenda Grã-Cruz da Ordem do Mérito Judiciário Militar, que conversou com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e voltou a afirmar aos jornalistas que “a reforma não é importante só para mim, pro meu governo, e sim para o Brasil”.

Além da articulação com a Câmara dos Deputados, Bolsonaro também quer uma aproximação maior com a população. De acordo com ele, estão previstas várias viagens pelo país nos próximos meses, como Pará, Amazonas e Paraíba.

Ordem do Mérito

O presidente recebeu a comenda Grã-Cruz da Ordem do Mérito Judiciário Militar, em cerimônia no Clube do Exército, em Brasília. O evento marcou o 211º aniversário da Justiça Militar da União, criada em 1º de abril de 1808, pelo príncipe regente Dom João. “Já fui homenageado no passado, agora subi de grau. Fico feliz em ser reconhecido dessa forma juntamente com outras personalidades”, disse.

Além de Bolsonaro, também foram agraciados com a comenda o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o presidente do Senado, David Alcolumbre, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, assim como os presidentes do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Batista Brito pereira, e do Superior Tribunal da Justiça, João Otávio de Noronha, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Ainda foram homenageados os três comandantes das Forças Armadas: Ilques Barbosa Júnior (Marinha), Edson Pujol (Exército) e Antônio Carlos Bermudez (Aeronáutica). Diversas outras autoridades e instituições receberam comendas em outros graus.

A Ordem do Mérito Judiciário foi criada pelo Superior Tribunal Militar em junho de 1957 para reconhecer pessoas e instituições que tenham prestado relevantes serviços à Justiça Militar da União.

Bolsonaro ressalta que a Nova Previdência é projeto do Brasil

Para o presidente, a responsabilidade pelas mudanças é de todos.


(São Paulo - SP, 27/03/2019) Entrevista coletiva com o Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse a jornalistas nesta quarta-feira (27) que o Brasil entra em uma crise “seríssima” se a Nova Previdência não for aprovada. Ele ressaltou que o projeto é responsabilidade de todos. “Não é minha apenas, do presidente da Câmara, do presidente do Senado. É de todos nós que temos consciência de aprovar essa e outras reformas que temos que fazer na questão tributária”, afirmou. “Não é um projeto meu e não é do meu governo. É do Brasil”.

O governador de São Paulo, João Dória, comentou que o momento deve ser de tolerância, sem cisões entre os poderes. “O mais importante nesse momento é a defesa do país e dos brasileiros”. Segundo ele, uma Nova Previdência é fundamental para o país. “Ela equilibra fiscalmente o país e ao ser aprovada ela abre as comportas de novos investimentos para o Brasil, fundamentais para geração de emprego, geração de renda e a diminuição das diferenças sociais“, disse.

Fonte: PR-Planalto


Copyright © 2018 - Bicas News by Navearte - CNPJ: 23.987.662/0001-00 - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244 - MÍDIA LIVRE - JORNALISMO INDEPENDENTE