Plataforma de bioquerosene e renováveis será discutida na Assembleia Legislativa de Minas
Monitoramento do Fisco identificou inconsistências nas operações dos contribuintes.

Editado/publicado em 21/08/19


Imagem Divulgação

A Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata (PBioZM) será apresentada nesta quinta-feira, 22, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), durante audiência pública a ser realizada pelas comissões de Assuntos Municipais e Regionalização e de Desenvolvimento Econômico. A reunião, solicitada pelo deputado estadual Fernando Pacheco, será no Auditório “José Alencar”, e terá transmissão ao vivo, pelo “Portal da Assembleia”.

Entre as presenças confirmadas estão o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agropecuária (Sedeta), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), Rômulo Veiga, e o assessor da secretaria, Jackson Moreira; o secretário Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann; o subsecretário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais (Sede), Juliano Pinto; o diretor de Comércio Exterior da Sede, Carlos Malta; o assessor técnico para Combustíveis Renováveis da Gol Linhas Aéreas, Pedro Scorza, entre outras.

Segundo consta no requerimento sobre a reunião, o projeto, lançado oficialmente em 2018, começa a ganhar contornos mais concretos: “A macaúba, espécie de palmeira nativa da região da Zona da Mata mineira, ganha status de protagonista em Juiz de Fora, encabeçando projeto visionário e ousado, de médio e longo prazos”.

Para Jackson Moreira, a audiência representa importante passo para a consolidação da Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata como política de estado, focada no desenvolvimento sustentável regional: “O evento marca oficialmente o alinhamento entre o Legislativo, o Executivo e os setores produtivos, associados à cadeia da macaúba, em ação integrada, capaz de garantir ao estado de Minas Gerais uma liderança nacional na produção de biomassas sustentáveis”.

A audiência será, ainda, um fórum de discussões preparatório para o 2º BioFuture Summit, evento internacional coordenado pelo Itamaraty, programado para 30 e 31 de outubro, e a COP 25, da Organização das Nações Unidas (ONU), que ocorrerá na primeira quinzena de dezembro, em Santiago, no Chile, “eventos nos quais a PbioZM será apresentada, com perspectivas de captação de recursos internacionais”, finalizou Jackson.

Com informações da Informações com a Assessoria de Comunicação da Sedeta - PJF

Matéria relacionada:


Copyright © 2018 - Bicas News by Navearte - CNPJ: 23.987.662/0001-00 - Praça Rui Barbosa, 33 - Centro - Bicas - MG - CEP: 36600-000 - TEL: (32)3271-2244 - WhatsApp: (32) 98862-2244 - MÍDIA LIVRE - JORNALISMO INDEPENDENTE